Academia das Letras

Pão e Circo – por Ana Caroline Moraes e Davi Santos

O mundo gira, gira, gira, sem parar

Todo mundo corre,

Mas não sabe onde chegar

Acham que conhecem bem,

Mas na verdade não têm ninguém

Buscam amor em fast food,

Felicidade tipo Hollywood.

Na busca de encontrar,

Não notam o que perderam

Simplesmente por fama, amor e dinheiro

E no final, o que resta é desprezo.

 

Mas não é esse o sentido da vida?

Não é essa a única saída?

Justaposta sobre estereótipos,

Buscando ser cidadãos ótimos.

Com máscaras ao redor,

Porém, não quando estão sós.

Quando chegam no quarto escuro,

O que resta é tudo impuro.

Na busca de ser o número 1

Apenas se tornam mais um

Mais uma Maria, mais uma Bia

Replicando um pensamento que outrora ouvia.

Sem por quê, sem saber

Só repetindo o que ouviu dizer.

E quando chega o fim da vida,

Não existem mais saídas.

 

E você? E eu?

Continuaremos nesse ciclo sem sentido,

Que parece até um circo.

Nos resta a pergunta:

Qual palhaço nos perturba?

Ou escolheremos a lembrança, na qual é a nova esperança que nos farta  a cada dia?

 

Ana Caroline Moraes e Davi Santos

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!