Academia das Letras

O feriado de 5 de novembro e o V de Vingança – Review

No mês de novembro tivemos um feriado chamado “Bonfire Night”. Um feriado na Inglaterra em que as pessoas se juntam para ver uma bela chuva de fogos de artifício. Esse feriado acontece pelo fato do rei Jaime I ter sobrevivido a tentativa de explodir o Parlamento Inglês. Guy Fawkes, o soldado católico que tentou fazer tal atrocidade, fazia parte da chamada “Conspiração da Pólvora”. A conspiração da pólvora era composta por um grupo de católicos que planejava assassinar o rei Jaime I utilizando trinta e seis barris de pólvora no Parlamento de Westminster, em Londres.

Mas o que você não esperava é que existe um quadrinho/filme baseada nesta história.

O quadrinho V for Vendetta (V de Vingança) produzido pela Vertigo – DC Comics, conta a história de um homem que foi torturado por médicos junto com outros pacientes a fim de serem estudados. Isso tudo ocorreu após uma guerra mundial, onde um governo Fascista vence a guerra e muda a Inglaterra toda. Com toques de recolher e muitas regras que restringe as pessoas de uma sociedade liberal. Certo dia, ocorreu um acidente dentro do local onde esses pacientes eram estudados e torturados que acabou pegando fogo. Além dos médicos, apenas uma pessoa sobreviveu. V, um anarquista anti-herói que busca por justiça. Seu nome real é desconhecido, mas aqui no mundo real, muitos o conhecem por usar uma máscara chamada de ou “a máscara dos anônimos”, “máscara do V de Vingança” ou até por “máscara de Guy Fawkes”. V começa a correr atrás da “panelinha” de pessoas fascistas que colaboraram para a tortura dele e outros inocentes. E como a maior parte das histórias, uma bela dama entra na história. Mas não é nada do que você está pensando, pelo menos não a princípio.

V se depara com Evey Hammond e ela acaba, sem querer, virando cúmplice de um dos ataques de V contra os fascistas. Preocupado com Evey, ele começa a observá-la pois agora o governo acreditava que ela fazia parte desses ataques e que saberia como encontrar o V. E não deu outra, o governo foi atrás dela para capturar e torturar, afim de conseguir alguma informação. Ela passa cerca de um ano sendo torturada diariamente.

Evey ficava presa num quarto escuro, sem janelas, com 1 refeição por dia, sem cama. Apenas uma privada e a roupa do corpo. Certo dia, ela escutou um barulho, parecido ao barulho de um rato, ao procurar de onde vinha o som ela descobre um pequeno buraco na parede e nele um papel enrolado, contando a história de outra prisioneira que estava no quarto ao lado. Essa prisioneira conta que ela se apaixonava e se descobria como uma pessoa homossexual (lésbica). Ela conta que seus pais a expulsaram de casa e ela foi morar com a namorada e viveram muito bem, até que a guerra acabou e o governo fascista ganhou. Logo em seguida, o governo passa a caçar as pessoas que são contra a ideologia deles. O final da história desta mulher já da para se imaginar né.

Depois deste ano sendo torturada Evey se encontra liberta de seu cárcere. Ao sair da prisão ela se depara com V, espantada ele explica que conseguiu tirar ela antes que os fascistas a pegassem e que a prendeu e torturou para saber se realmente poderia confiar nela. Enfurecida ela sai e descobre que os amigos delas já haviam morrido e que ela não tinha mais ninguém. Apesar de tudo isso, ela acaba se apegando ao V e criando uma amizade com ele.

Então V conta sobre seu último ataque e se despede para fazê-lo. Outro detalhe importante é que, os médicos e políticos que participaram da tortura que contei lá no comecinho, começaram a morrer um a um, sendo encontrado apenas uma rosa com eles. A última pessoa a morrer foi uma médica ao ver que era a última e a próxima a morrer, desconfiava que poderia ser ela a única sobrevivente das torturas deles. Ao ver V ela fala de forma branda “sabia que era você, eu estou pronta”.

Vamos voltar para o último ataque de V. Já da para imaginar o que era né?! V entrou em um metrô com muitas bombas, e ele mata explodindo o parlamento como forma de protesto e descanso por ter feito a diferença.

Essa é uma história criada a partir de uma história real, a história de Guy Fawkes. A máscara utilizada na HQ e nos Anônimos é uma reprodução do rosto real de Guy Fawkes. E você? Já conhecia essa história e sua origem?

 

 

Por: Paloma Villas Bôas

Veja também

Gostando dos conteúdos?

Receba as atualizações no seu e-mail! Insira seu endereço ao lado e não perca as novidades.

Obrigado por se inscrever! Em breve você receberá nossas atualizações no seu e-mail!
Ocorreu um erro interno neste formulário! Por favor, entre em contato com o responsável pelo site!